A sacralidade do domingo precisa ser resgatada pelos cristãos. - Bem Vindo !

A sacralidade do domingo precisa ser resgatada pelos cristãos.




O Subsecretário para o Pontifício Conselho para os Leigos, Monsenhor Miguel Delgado Galindo, explicou em declarações à agência ACI Prensa que o domingo deve ser reservado ao culto divino, ao repouso, à família e aos amigos.
“A Igreja nos ensina a reservar este dia, o primeiro da semana e no qual recordamos a Ressurreição de Jesus Cristo, ao culto divino e ao descanso humano”, afirmou em uma entrevista concedida ao grupo ACI este 30 de junho.
Mons. Delgado Galindo, recordou desde Roma que no “domingo os católicos devem participar da Santa Missa, renovação incruenta do sacrifício de Cristo na Cruz”, já que “é a maior manifestação do culto e adoração que o homem pode dar a Deus, Nosso Senhor”.
A autoridade vaticana indicou ademais que este dia está “para ser dedicado ao descanso com a família e com os amigos”.
Do mesmo modo, sublinhou a importância da Carta Apostólica Dies Domini que o Beato João Paulo II publicou em 1998 sobre a santificação do domingo e como dia do Senhor para ser respeitado pelo episcopado, o clero e os fiéis.
“Devemos perceber que precisamos estar mais tempo com nossos familiares e com nossos amigos, dedicar-lhes aquelas horas que durante a semana é mais difícil, devido aos nossos compromissos profissionais e sociais”, indicou o funcionário.
O sacerdote considerou que o descanso semanal “é uma necessidade humana” e recordou que “o homem não pode estar sempre trabalhando, do mesmo modo que um arco não pode estar sempre com a corda tensa, porque em um determinado momento pode quebrar-se”.
Monsenhor Delgado acrescentou que os católicos não devem considerar o descanso como o ‘não fazer nada’, mas que este deve consistir em atividades que requeiram um menor esforço físico ou intelectual como passear em família, ler um bom livro, praticar algum esporte, ver um filme que valha a pena.
“Isto faz que na segunda-feira possamos voltar para nosso trabalho habitual com energias renovadas. Tanto desde o ponto de vista religioso como humano, necessitamos no domingo”, concluiu.
 
Aliança em defesa do domingo
 
Em 28 de junho, desde Bruxelas (Bélgica), uma rede de organizações lançou oficialmente a “Aliança Européia para o domingo” com o fim de reservar este dia ao tempo livre e o culto religioso como valor fundamental para a sociedade.
A aliança a favor do domingo está formada por grupos que perseguem este fim específico, e inclui sindicatos, comunidades religiosas e associações da sociedade civil comprometidos para difundir a percepção do tempo livre como um valor social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário