* Rio começa a planejar visita do Papa Bento XVI e a Jornada Mundial da Juventude. - Bem Vindo !

* Rio começa a planejar visita do Papa Bento XVI e a Jornada Mundial da Juventude.


O Rio de Janeiro teve nesta quarta-feira o primeiro compromisso formal, com participação do estado, para organizar a Jornada Mundial da Juventude, agendada para julho de 2013.
O governo do Rio criou uma comissão composta por 30 pessoas para coordenar os preparativos do evento, que, apesar de menos badalado, tem uma previsão expressiva de público: são esperados quatro milhões de católicos e o papa Bento XVI. Mais de 10 secretarias estaduais estão envolvidas no projeto, além da Arquidiocese.
Para o arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, a Igreja está atenta, em especial, a dois problemas da cidade: “Dois aspectos talvez nos preocupem. Um é como acolher os visitantes no Rio de Janeiro. O segundo é como ter facilidade nos deslocamentos”, afirmou Dom Orani.
O governador Sérgio Cabral afirmou que esse grande encontro de católicos será o principal evento no Rio durante os próximos anos. Ele, junto com o prefeito Eduardo Paes, chegou a ir a Madri em agosto deste ano, onde ocorreu a jornada. E disse ter ficado impressionado com o número de jovens nas ruas da capital espanhola.Como governador, vi a cidade (Madri) cheia em um momento de baixa (no turismo). Tanto os hotéis de cinco estrelas quanto os de uma estrela estavam cheios. Como governador, achei que valeu a pena”, disse Cabral ressaltando o Estado laico.

O governador é católico e, para uma plateia formada sobretudo de padres, disse nesta quarta que foi “uma emoção muito grande ver aquela energia positiva cristã do bem (em Madri)”. Sem perder a oportunidade política, o governador fez referência à série de eventos que o Rio vai abrigar, como a Copa das Confederações, em 2013, Copa do mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016. Cabral afirmou para Dom Orani que o trabalho de trazer a jornada da juventude ao Brasil começou em 2007, quando assumiu o governo do Rio. 

“Esse trabalho começou quando assumimos e olhamos a situação precária, com a imagem do Rio de Janeiro tão desfavorável interna e, sobretudo, externamente. Havia só um voo direto do Rio para o exterior e um desafio enorme para realizar os jogos Pan-americanos”, lembrou.

O governador gabou-se de o estado do Rio ter recebido, em 2010, mais investimentos nacionais e estrangeiros do que São Paulo- 18 milhões de dólares e 10 milhões respectivamente. Após evocar uma sequência de fatos positivos, disse: “Posso assumir esse compromisso sem nenhuma dúvida sobre ele. Faremos um grande evento. O Maracanã já estará aberto e pode ser palco de eventos”, afirmou Cabral. O governo preparará mil escolas para serem usadas durante o evento. A utilidade pode ir desde a mobilização dos jovens até uma forma de hospedagem alternativa.

O lema da jornada, anunciado pelo papa Bento XVI em agosto, será “Ide e fazei discípulos em todas as nações”. O evento acontece desde 1985 e foi instituído pelo papa João Paulo II, cujo papado foi marcado por ações voltadas para levar os jovens à Igreja católica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário