Papa entregará Exortação Apostólica para bispos da África - Bem Vindo !

Papa entregará Exortação Apostólica para bispos da África

"Africae Munus - Empenho e dever da África": Este é o nome da Exortação Apostólica Pós-Sinodal que será entregue pelo Papa Bento XVI aos Bispos africanos, neste domingo, 20, último dia de sua viagem a Benin.

O diretor da sala de imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi, salientou nesta segunda-feira, 14, durante uma coletiva no Vaticano, que esta exortação é um encorajamento para toda a Igreja da África.

“Um encorajamento ao continente africano. Sim, estamos cientes dos problemas, mas temos uma perspectiva positiva: um encorajamento para o empenho pela reconciliação, pela justiça, pela paz, por um desenvolvimento humano integral e um anúncio do Evangelho como desenvolvimento integral do homem. Portanto, a viagem quer ser certamente muito construtiva", salientou padre Lombardi.

Esta será a 22ª viagem apostólica de Bento XVI e a terceira à África. O Papa estará em Benin entre os dias 18 e 20 de novembro celebrando também os 150 anos de evangelização no país.

Acesse
.: Programa da Viagem Apostólica de Bento XVI à Benin

Durante a viagem, o Pontífice visitará o túmulo do Cardeal Bernardin Gantin, servidor da Igreja e Embaixador do povo africano (títulos concedidos em maio de 1922 e 13 de maio de 2008, respectivamente). Padre Lombardi conta que Cardeal Gatin era muito próximo a Bento XVI, pois foi prefeito da Congregação para os Bispos na mesma época que o então Cardeal Joseph Ratzinger era prefeito da Congregação para Doutrina da fé.

"Em Benin, ele é considerado um pai da pátria, um herói nacional, uma pessoa admirada por grande parte da população. Assim, a visita do Papa ao seu túmulo será um aspecto significativo desta viagem”, explica o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé.

A visita do Santo Padre também recorda os 40 anos do acordo diplomático entre Benin e a Santa Sé. A Igreja Católica ajudou a escrever páginas importantes na história do país. Monsenhor Isidore de Souza, recordou padre Lombardi, ajudou o país a conquistar sua liberdade abandonando o regime socialista e estabelecendo um regime democrático.

Nenhum comentário:

Postar um comentário