Santa Rita de Cassia, “A Santa das Causas Impossíveis” - Bem Vindo !

Santa Rita de Cassia, “A Santa das Causas Impossíveis”

Santa Rita viveu na segunda metade do século XIV e na primeira metade do século XV, época em que a barca de Pedro era agitada por tempestades que a teriam feito afundar se não fosse Deus.

Em 1305, subiu ao trono de Pedro, Clemente V que não quis residir em Roma, fixando a sede do papado na cidade francesa de Avinhão.

Os papas que lhe sucederam até Gregório XI, durante 73 anos deixaram a sede romana até que este último Pontífice, movido pelas insistentes exortações de Santa Brígida da Suécia e Santa Catarina de Sena, decidiu retornar a Roma em 1377, encontrando a cidade na maior desolação.

Com a morte de Gregório XI no ano seguinte começou então o cisma do ocidente. Desencadeado em 1378, terminou em 1417 com a eleição de Martinho V, feita pelo Concílio de Constança.

Após 73 anos em Avinhão e 40 anos de cisma, chegara-se a tal confusão que não mais se sabia qual era o verdadeiro vigário de nosso Senhor Jesus Cristo. A disciplina do clero diminuíra e o povo se tornava cada vez mais sem referências.

Entretanto, é maravilhoso observar como, nesses tempos tempestuosos, Deus não abandonou sua Igreja e enviou pessoas que pela palavra e pelo exemplo mantiveram aceso o facho da fé. Assim foram os santos Bernardino de Sena, Thiago della Marca, Antoninho de Florença, Lourenço Justiniano de Veneza e aqueles que tiveram grande influência nos destinos da igreja, como Santa Brígida da Suécia, Santa Catarina de Sena, e outros, enfim, que no silêncio do claustro foram surgindo nesta época. E nossa querida Santa Rita de Cássia nasceu em meio a todas estas turbulências e alegrias.

fonte: www.santuariosantaritadecassia.net/

Nenhum comentário:

Postar um comentário