Dom Petrini explica porque é importante a oração em família - Bem Vindo !

Dom Petrini explica porque é importante a oração em família



Família de Maria da Conceição e Manoel Henriques Ribeiro
Os pais podem auxiliar a formação de fé de seus filhos, pelo exemplo e testemunho. A afirmação é de Dom João Carlos Petrini, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB. Na Semana Nacional da Família, o bispo destaca a importância da coerência dos pais na vida cristã.

"É muito bonito quando um pai pode dizer: 'Eu e tua mãe encontramos o Senhor Jesus e, com Ele, muitos amigos. Veja como em casa temos a possibilidade de conviver em paz, de dialogar, de enfrentar momentos de conflito ou de sofrimento com serenidade e confiança. Eu sugiro que você, meu filho, siga este mesmo caminho que eu e tua mãe seguimos", destacou o Dom Petrini. 
Exemplos assim, certamente, têm reflexos positivos na sociedade. O clima de confiança e paz vivido em casa se estende para os ambientes em que os membros da família vivem. “Uma criança que em casa é maltratada, agredida e xingada, provavelmente na escola será agressiva e rebelde. Pelo contrário, a criança que encontra em casa um ambiente acolhedor e amoroso, será acolhedora e amorosa com os colegas de escola. Com os adultos acontece algo semelhante em seus ambientes de trabalho”, defende o bispo.  
Na maior parte das paróquias e dioceses brasileiras, a Semana Nacional da Família, celebrada de 12 a 18 deste mês, é organizada de maneira a sensibilizar cada vez mais pessoas a respeito do grande bem que uma família cristã é para seus membros e para a sociedade.
Maria da Conceição Ribeiro e Manoel Henriques Ribeiro, casados há 43 anos, pais de três filhos e avós de um neto, participam das atividades desta semana na paróquia que frequentam em Arapongas (PR). Dona Conceição defende que a família é a base de tudo. "É a base dos missionários, dos sacerdotes, dos médicos, dos dentistas, dos nutricionistas, é da família que saem os doutores, não é verdade?”

O casal tem o hábito de rezar junto. Seu Manoel conta que eles se sentem fortalecidos pela oração. "Não podemos, humanamente, querer enfrentar o mal, mas Deus nos fortalece, sozinhos não temos futuro, só com Deus né!"

Dom Petrini explica que se não é possível reunir todos os membros da família para um momento de oração em conjunto, vale a pena estabelecer outros horários. "Nós não podemos avaliar o enorme benefício que vem deste cuidado em cultivar a oração em conjunto".

Para as famílias que ainda não tem o costume de dedicar um tempo para oração, Dona Conceição tem um conselho: "Que comecem a rezar já! Porque rezando temos confiança, mesmo se acontece algo ruim, você está fortalecido pela oração. É uma alegria que brota em nós."