Papa Francisco encontra Bento XVI neste sábado - Bem Vindo !

Papa Francisco encontra Bento XVI neste sábado


Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco deverá se deslocar na manhã deste sábado, 23, para a Residência Apostólica de Castel Gandolfo para visitar e almoçar com Bento XVI. Francisco partirá do Vaticano, em helicóptero, às 12 horas, horário italiano, devendo chegar 15 minutos após em Castel Gandolfo, distante cerca 30 km do centro de Roma. Será um evento inédito na história da Igreja. O Pontífice deverá regressar ao Vaticano após o almoço.

Será a primeira vez que se encontrarão, após a eleição do Cardeal argentino Jorge Bergoglio em 13 de março como novo Pontífice, não obstante tenham se falado por telefone nestes dias. Papa Francisco, de fato, telefonou para Bento XVI após a sua eleição e no dia do onomástico de Joseph Ratzinger, São José, celebrado dia 19 de março, mesmo dia da missa de inauguração do Pontificado.

Papa Francisco, nos seus discursos, tem manifestado palavras de afeto a Bento XVI, chamando-o, seguidamente de “meu Predecessor, o querido e venerado Papa Bento XVI”.

Na sua primeira aparição no balcão central da Basílica de São Pedro disse “Rezemos pelo nosso Bispo emérito Bento XVI. Rezemos todos juntos por ele, para que o Senhor o abençoe e a Virgem Maria o proteja”.

Na audiência que concedeu aos Cardeais em 15 de março, o Santo Padre sublinhou que Bento XVI “enriqueceu a Igreja com seu Magistério de fé, humildade e docilidade” e destacou seu “gesto valoroso e humilde”, ao renunciar.

Também no encontro com os jornalistas, no sábado, 16, Bento XVI foi lembrado e na missa de início de pontificado, dia 19, disse que era uma coincidência “muito rica e significativa” que esta se realizasse no onomástico de “meu venerado predecessor, ao qual estamos próximos em oração, cheia de afeto e gratidão”.

No encontro com o Corpo Diplomático na manhã desta sexta-feira, Francisco, seguindo a mesma linha de Bento XVI, denunciou a ditadura do relativismo, que ‘deixa cada um como medida de si mesmo e coloca em perigo a convivência entre os homens”.

Bento XVI, com quase 86 anos, está em Castel Gandolfo desde 28 de fevereiro, data de encerramento do seu Pontificado, no aguardo da conclusão da reforma do mosteiro, dentro do Vaticano, para onde pretende se retirar em uma vida de oração.