O Papa Francisco pegou a sua bandeja e almoçou junto com os funcionários do vaticano


Chegou aqui, pegou a sua bandeja, os talheres, e entrou na fila para ser servido", relatou à Rádio Vaticano o cozinheiro do refeitório, Franco Paini, enquanto compartilhava a surpresa dos empregados do centro industrial do Vaticano quando viram o Papa Francisco junto a eles para almoçar massas, uma porção de merluza, verdura gratinada e um pouco de batata frita.

O fato foi compartilhado rapidamente nas redes sociais, pois os trabalhadores começaram a tirar fotos com o Pontífice, que conversava tranquilamente com eles.

“Na mesa, sentou-se ao lado de cinco funcionários uniformizados da Farmácia vaticana, que lhe explicaram como era o dia a dia de seu trabalho e o Bispo de Roma, falou com eles sobre as suas origens italianas. Com outros dois empregados falou de futebol e com outros de economia. Fizeram fotos de grupo, vídeos e muitos selfies com o Papa”, informou a Rádio Vaticano.
Não é a primeira vez que o Pontífice surpreende os operários do Vaticano: no verão passado, Francisco visitou os empregados da zona industrial e conversou especialmente com os carpinteiros que encontrou pelas ruas.

Também, em março de 2013, Francisco compartilhou a Missa com jardineiros e faxineiros do Vaticano. Aquela vez, a presença do Pontífice despertou o assombro dos empregados, que se maravilharam ao vê-lo sentado na última fila dos bancos, onde teve um momento de oração pessoal.

Em março de 1981, São João Paulo II também almoçou com operários de Terni, na Itália.
Share on Google Plus

Sobre o Setor de Comunicação