Reino Unido: Papa Francisco pede proteção jurídica adequada à vida desde a concepção


O Papa Francisco enviou uma mensagem por ocasião do Dia da Vida que será celebrado no próximo dia 27 de julho na Inglaterra, Irlanda, Escócia e Gales, para pedir “a proteção jurídica adequada para o direito humano fundamental à vida” e combater a cultura de morte.

Em uma mensagem enviada às Igrejas locais pelo Secretário de Estado Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, o Papa exortou a apreciar a vida, especialmente dos mais vulneráveis da sociedade, ao mesmo tempo solicitou aos católicos "levar o amor misericordioso de Cristo como um bálsamo que dá vida aos que sofrem com novas formas de pobreza e vulnerabilidade cada vez mais evidentes na sociedade".

Do mesmo modo, expressou sua confiança em que esta testemunha anual da santidade do presente de Deus da vida "inspire os fiéis e os jovens católicos, em particular, para o combate contra a cultura da morte".

O lema do Dia da Vida 2014 é “#livelife Proteger e apreciar a vida desde seu começo até seu final natural” e constitui um convite aos jovens, sobretudo, para que participem do cuidado, da criação e da proteção da vida em cada etapa e em cada condição.

O Dia da Vida é celebrado todos os anos pela Igreja Católica na Escócia, Inglaterra, Gales e Irlanda, e está dedicado a criar consciência sobre o significado e o valor da vida humana em cada etapa e em cada condição.

O dinheiro arrecadado na coleta que será realizada nas paróquias da Inglaterra e Gales no domingo, 27 de julho, ajudará o trabalho do Centro de Bioética Anscombe e outras atividades relacionadas com a vida apoiadas pela Igreja.
Share on Google Plus

Sobre o Setor de Comunicação