Jubileu da Misericórdia: Estes são o logotipo e o lema do Ano Santo

O Arcebispo Rino Fisichella, Presidente do Pontifício Conselho para a promoção da Nova Evangelização, apresentou esta manhã no Vaticano o logotipo do Jubileu da Misericórdia, cujo lema foi tomado do Evangelho segundo São Lucas: “Misericordiosos como o Pai”.
O logotipo do Jubileu é obra do sacerdote jesuíta, Pe. Marko I. Rupnik e se apresenta como uma pequena suma teológica da misericórdia, “para que vivamos a misericórdia seguindo o exemplo de Jesus Cristo, que pede para não julgar e não condenar, mas perdoar e dar amor e perdão sem medida”.
Dom Fisichella explicou que este logotipo “mostra o Filho que carrega sobre seus ombros o homem perdido, recuperando assim uma imagem muito contemplada na Igreja antiga, pois essa imagem mostrava o amor de Cristo que leva ao término o mistério da sua encarnação com a redenção”.
“O desenho foi feito de tal forma que realça o Bom Pastor que toca profundamente a carne do homem e o faz com tal amor que é capaz de mudar sua vida. Além disso, um detalhe não é esquecido: o Bom Pastor com extrema misericórdia carrega sobre si a humanidade, mas os seus olhos confundem-se com os do homem”, disse a autoridade vaticana.
O Arcebispo Fisichella destacou: “Nesta imagem Cristo olha com os olhos de Adão, e Adão com os olhos de Cristo. Assim, cada homem descobre em Cristo, novo Adão, a própria humanidade e o futuro que o espera, contemplando em seu olhar o amor do Pai”.
A cena é colocada dentro da mandorla, uma espécie de amêndoa, que é uma figura típica da iconografia antiga e medieval que recorda a presença das duas naturezas, divina e humana, em Cristo. E dentro da arte costuma servir como marco para personagens sagrados.
Os três ovais concêntricos, de cor progressivamente mais clara quanto mais ao exterior, sugerem o movimento de Cristo que conduz o homem para fora da noite do pecado e da morte. Por outro lado, a profundidade da cor mais escura também sugere o mistério do amor do Pai que tudo perdoa.
O logotipo do jubileu da Misericórdia foi registrado nos os órgãos internacionais competentes para evitar qualquer uso inapropriado e proteger sua propriedade, pois qualquer uso distinto ao puramente religioso será denunciado.
O Jubileu da Misericórdia foi anunciado oficialmente pelo Papa Francisco através da Bula “Misericordiae vultus”. O Ano Santo que começará no dia 8 de dezembro de 2015, Solenidade da Imaculada Conceição, e terminará no dia 20 de novembro de 2016, Solenidade de Cristo Rei do Universo. 
Share on Google Plus

Sobre o Setor de Comunicação