Bispo de Baton Rouge consola famílias de policiais assassinados

O Bispo de Baton Rouge, nos Estados Unidos, Dom Robert Muench, visitou e consolou as famílias de dois dos três policiais mortos no domingo, 17 de julho, nesta cidade durante um tiroteio que deixou outros 3 oficiais feridos.
O responsável ??pelo assassinato era ex-fuzileiro naval, afro-americano de 29 anos, chamado Gavin Long, que foi morto pela polícia.O tiroteio ocorre poucos dias depois de um atirador ter matado 5 policiais em Dallas no último dia 7 de julho. Nesse mesmo dia, foi relatado que policiais foram atacados no Tennessee, Geórgia e Missouri.
Baton Rouge tem sido cenário de protestos contra a polícia nas últimas semanas pelas mortes dos cidadãos afro-americanos Alton Sterling, em Louisiana, e Philando Castela, em Minnesota.
Em uma declaração divulgada no domingo, 17 de julho, Dom Robert Muench assinala que “ao visitar esta tarde duas das famílias atingidas por este crime, o Pe. Tom Ranzino e eu compartilhamos a oração e as consolamos em meio ao seu estado de choque, horror e lamento”.
“A oração é um poderoso caminho para seguir quando ocorre uma tragédia, mas mesmo o mais devoto pode se fazer esta pergunta: ‘Por que isso aconteceu?’. Somente a Palavra de Deus tem a resposta para as perguntas que sacodem nossa fé: a resposta é nosso Senhor Jesus Cristo”, prossegue o Prelado.
Em Jesus, recorda o bispo, “a esperança finalmente triunfa sobre o desespero, o amor triunfa ao final sobre o ódio e a ressurreição vence a morte”.
Finalmente renova o seu chamado a participar da “semana de oração e jejum na diocese enquanto refletimos sobre os eventos dos últimos dias e trabalhamos para alcançar uma paz duradoura em nossas comunidades”.
Share on Google Plus

Sobre o Setor de Comunicação