7 coisas que talvez não conhecia sobre São Paulo VI - Bem Vindo !

7 coisas que talvez não conhecia sobre São Paulo VI

 

A maioria dos católicos conhece o Papa São Paulo VI por ser o Pontífice que levou ao término o Concílio Vaticano II, que seu predecessor São João XXIII havia começado.
Entretanto, muitos momentos importantes de seu pontificado são pouco conhecidos. Eram tempos em que os meios de comunicação não tinham o alcance que possuem atualmente.
A seguir, apresentamos 7 coisas que talvez você não conhecia sobre São Paulo VI:
 
1. Apunhalaram-no duas vezes

Em 27 de novembro de 1970, no Aeroporto Internacional de Manila (Filipinas), Paulo VI recebeu duas punhaladas do pintor boliviano Benjamín Mendoza y Amor Flores, que sofria de problemas mentais e que disfarçado de sacerdote tentou assassinar o Pontífice com um punhal.
 
2. Foi o primeiro Papa a usar um avião

 Efetivamente, Paulo VI foi o primeiro Pontífice a usar um avião e o primeiro a deixar a Itália desde 1809.
 
3. Também foi o primeiro Papa a visitar os cinco continentes

Visitou os cinco continentes antes de São João Paulo II e foi apelidado de “Papa Peregrino” também antes deste último.
São Paulo VI realizou uma visita pastoral ao continente africano; visitou a Colômbia e os Estados Unidos, na América; Portugal, na Europa; Austrália, na Oceania; Filipinas e Índia, na Ásia.
 
4. Foi o primeiro Papa a visitar a Terra Santa desde São Pedro

Em 1964, viajou a Jerusalém e se encontrou com o patriarca ortodoxo Atenágoras I, com quem celebrou o levantamento das mútuas excomunhões impostas depois do Grande Cisma entre o Oriente e o Ocidente, em 1054.
O Papa Francisco visitou a Terra Santa em 2014 para celebrar os 50 anos deste acontecimento.
 
5. Foi o último Papa a ter uma cerimônia de coroação

Além de ser o último Papa a receber a coroa, dispensou o uso da tiara, durante as sessões do Concílio Vaticano II.
Eventualmente, doou a sua tiara, um presente da sua antiga Arquidiocese de Milão, à Basílica do Santuário Nacional da Imaculada Conceição, em Washington (Estados Unidos), como um sinal do seu apreço pelos católicos norte-americanos.
 
6. Era apaixonado por leitura

Nino Lo Bello, veterano “vaticanista” norte-americano, garantiu que Paulo VI, um apaixonado pela leitura, levava na sua bagagem durante suas viagens até 75 livros para escolher quais ler.
 
7. Criou cardeais dois futuros Papas

Paulo VI criou os cardeais Karol Wojtyla, em 1967, e Joseph Ratzinger, em 1977, que alguns anos depois foram os seus sucessores, São João Paulo II e Bento XVI, respectivamente.


Pablo VI coloca anillo cardenalicio a Joseph Ratzinger, futuro Benedicto XVI

Nenhum comentário:

Postar um comentário