segunda-feira, 21 de abril de 2014

Visita Pastoral de Dom Mariano, "Bendito aquele que vem em nome do Senhor"

Hoje, 21 de Abril de 2014 completa 1 ano do início da Visita Pastoral do nosso Bispo Diocesano Dom Mariano Mansana, foram momentos inesquecíveis de encontro com Deus e reflexão do Evangelho e para recordar esse momento ímpar em nossa Paróquia estamos lançando dois vídeos com alguns momentos da Visita, o 1º é um resumo de todos os lugares visitado por Dom Mariano e sua e sua equipe e o segundo são dos bastidores com momentos de lazer e organização dos encontros, vale muito a pena ver esses vídeos com algumas imagens exclusivas que até hoje não foram divulgadas.




Imagens da Santa Missa da Páscoa do Senhor em Almino Afonso



CLIQUE AQUI e veja as imagens da Santa Missa da Páscoa do Senhor celebrada ontem, 20 de Abril na Igreja Matriz em Almino Afonso - RN

domingo, 20 de abril de 2014

Imagens da Vigília Pascal em Almino Afonso

Na noite, em que Jesus Cristo passou da morte à vida, a Igreja convida os seus filhos a reunirem-se em vigília e oração. Na verdade, a Vigília pascal foi sempre considerada a mãe de todas a vigílias e o coração do Ano litúrgico. A sensibilidade popular poderia pensar que a grande noite fosse a noite de Natal, mas a teologia e a liturgia da Igreja adverte que é a noite da Páscoa, na qual a Igreja espera em vigília a Ressurreição de Cristo e a celebra nos sacramentos (Normas gerais sobre o Ano litúrgico, 20). No texto do Precónio pascal, chamado o hino “Exsultet” e que se canta nesta celebração, diz-se que esta noite é bendita, porque é a única a ter conhecimento do tempo e da hora em que Cristo ressuscitou do sepulcro! Esta é a noite, da qual está escrito: a noite brilha como o dia e a escuridão é clara como a luz.

A Vigília na noite santa abre com a liturgia da luz, evocando a ressurreição de Cristo e a peregrinação de Israel guiado pela coluna de fogo. A liturgia salienta a potência da luz, como o símbolo de Cristo Ressuscitado, no círio pascal e nas velas que se acendem do mesmo, na iluminação progressiva das luzes da igreja, ao acender das velas do altar e com as velas acesas na mão para a renovação das promessas baptismais. O símbolo mais iluminador é o círio, que deve ser de cera, novo cada ano e relativamente grande, para poder evocar que Cristo é a luz dos povos.


A luz de Cristo gloriosamente ressuscitado nos dissipe as trevas do coração e do espírito e depois apresenta o círio como lumen Christi a luz de Cristo. Quando alguém nasce, costuma-se dizer que veio à luz ou que a mãe deu à luz. Podemos, por isso dizer que a Igreja veio à luz na Páscoa de Cristo. De facto, toda a vida da Igreja encontra a sua fonte no mistério da Páscoa de Cristo.
O simbolismo fundamental da celebração litúrgica da Vigília é o de ser uma “noite clara”, ou melhor a noite que brilha como o dia e a escuridão é clara como a luz. Esta noite inaugura o “Hodie Hoje” da liturgia, como se tratasse de um único dia de festa sem ocaso (o dia da celebração festiva da Igreja que se prolonga pela oitava pascal e pelos cinquenta dias do Tempo pascal), no qual se diz  eis o dia que fez o Senhor, nele exultemos e nos alegremos (Sl 118).

CLIQUE AQUI e veja as fotos da celebração da Vigília Pascal realizada sábado, 19 de Abril na Igreja Matriz do SCJ em Almino Afonso.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Celebração da Paixão do Senhor em Almino Afonso


Foi realizada hoje as 15h na Igreja Matriz do SCJ a celebração da Paixão do Senhor, entramos no dia do grande silêncio litúrgico para ouvir e contemplar a grandeza do amor divino por nós, na entrega de Cristo pela Sua morte na Cruz. 
Como sabemos, hoje não se celebra a Santa Missa, mas, com renovada contrição, adoramos a Cruz do 
Senhor. Coloquemo-nos de joelhos e, em profunda oração e silêncio.

CLIQUE AQUI e veja algumas imagens desta celebração.

Imagens da Via Sacra ao Mirante São José




CLIQUE AQUI e veja mais imagens da Via Sacra ao Monte São José desta sexta feira, 18/04/2014

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Imagens da Santa Missa do Lava Pés


Hoje celebramos a Instituição do Sacramento da Eucaristia. Jesus, desejoso de deixar aos homens um sinal da sua presença antes de morrer, instituiu a Eucaristia. 
Instituição da Eucaristia e Cerimônia do Lava-pés
Com a Missa da Ceia do Senhor, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e comemora a Última Ceia, na qual Jesus Cristo, na noite em que vai ser entregue, ofereceu a Deus-Pai o seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou para os Apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes também oferecer aos seus sucessores.
Nesta missa faz-se, portanto, a memória da instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Durante a missa ocorre a cerimônia do Lava-Pés que lembra o gesto de Jesus na Última Ceia, quando lavou os pés dos seus apóstolos.
O sermão desta missa é conhecido como sermão do Mandato ou do Novo Mandamento e fala sobre a caridade ensinada e recomendada por Jesus Cristo. No final da Missa, faz-se a chamada Procissão do Translado do Santíssimo Sacramento ao altar-mor da igreja para uma capela, onde se tem o costume de fazer a adoração do Santíssimo durante toda à noite.

CLIQUE AQUI e veja algumas imagens da Santa Missa celebrada na noite desta quinta feira, 17 de abril.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Imagens da Procissão do encontro em Almino Afonso - RN



Foi realizada na noite desta quarta feira, 16 a procissão do encontro, a imagem de Nossa Senhora saiu do bairro Manoel Nascimento e a imagem do Bom Jesus dos Passos saiu do bairro Francisco Godeiro Carlos se encontrando no bairro do IPE e de lá saindo em uma só procissão com destino a Igreja Matriz no centro da cidade, participaram da procissão as comunidades de Lucrécia e Rafael Godeiro cidades que fazem parte da Paróquia.

CLIQUE AQUI e veja algumas imagens da noite desta quarta feira.

domingo, 13 de abril de 2014

Imagens da Santa Missa do Domingo de Ramos em Almino Afonso




CLIQUE AQUI  e veja algumas imagens da Santa Missa de Ramos celebrada neste domingo, 13 na Igreja Matriz, a missa abriu as celebrações da Semana Santa em Almino Afonso, veja a programação completa AQUI.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Papa Francisco: Não há cristianismo sem cruz!

Nesta terça-feira, 8, na homilia de sua missa diária na capela da Casa Santa Marta, o Papa Francisco afirmou que “a Cruz não é só um ornamento para nossas igrejas, nem um mero símbolo que nos distingue dos outros; é o mistério do Amor de Deus”. O Papa enfatizou que não pode haver vida cristã sem a presença da Cruz.

Comentando o Evangelho de hoje, Francisco frisou que Jesus alerta os fariseus dizendo-lhes: ‘Morrereis no vosso pecado’. “Não há possibilidade de sair sozinhos do nosso pecado –prosseguiu- estes doutores da lei, estas pessoas que ensinavam a lei não tinham uma ideia clara sobre isto. Acreditavam, sim, no perdão de Deus, mas sentiam-se fortes, auto-suficientes, sabiam tudo.”

“O cristianismo não é uma doutrina filosófica, não é um programa de vida para sobreviver, para ser educados, para fazer a paz. Estas são consequências. O cristianismo é uma pessoa, uma pessoa erguida, na Cruz, uma pessoa que se aniquilou a sí própria para nos salvar; fez-se pecado. E assim como no deserto foi erguido o pecado, aqui foi erguido Deus, feito homem e feito pecado por nós. E todos os nossos pecados estavam ali. Não se percebe o cristianismo sem se perceber esta humilhação profunda do Filho de Deus, que humilhou-se a si próprio fazendo-se servo até à morte de Cruz, para servir.”

“Assim, O coração da salvação de Deus, é seu filho que assumiu sobre si todo os nossos, a nossa soberba, as nossas seguranças, a nossa vaidade, nossa vontade de ser como Deus. Um cristão que sabe gloriar-se em Cristo Crucificado, não entendeu o que significa ser cristão”.

Falando sobre a Cruz e a redenção, Francisco afirmou: “A cruz não é um ornamento, que nós devemos meter sempre nas igrejas sobre o altar. Não é um símbolo que se distingue dos outros. A Cruz é o mistério, o mistério do amor de Deus, que se humilha a si próprio, faz-se um nada, faz-se pecado.”

“O perdão que nos dá Deus são as chagas do seu Filho na Cruz, erguido na Cruz. Que Ele nos atraia para Si e que nós nos deixemos curar”, concluiu o Santo Padre.